terça-feira, 16 de fevereiro de 2010


J-13: Cortejo de deputações académicas enviadas a Jena, Alemanha, por alturas da sessão solene comemorativa dos 450 anos da fundação do Studium, em 15 de Maio de 2008.
Jena, fundada em 1558, integra o Coimbra Group. Eis um excelente documentário visual.
Nesta foto vemos representantes de universidades germânicas e de Iasi (Roménia).
Ante um cortejo público desta envergadura, marcado pela diversidade talar e insigniária, pode perguntar-se para que serve afinal o cerimonial académico. Pode ou não ser considerado património? Se traduzir manifestações culturais marcadas pela originalidade e diversidade, sim. Se for uma mera replicação do protocolo de estado, uma imitação do que faz massificadamente nas universidades norte-americanas ou uma importação das entregas de óscars de Hollywood, a resposta será não.
Um velho mestre-de-cerimónias não hesitaria na resposta: o cerimonial serve para solenizar determinados actos do calendário das instituições através do recurso a cenários, vestes, insígnias, falas, gestos e sons, de modo a que um organismo académico se mostre como um corpo coeso e eficazmente organizado.
Comparado o que se passa nos encontros de confrarias gastronómico-báquicas com o que se faz ou não faz nas universidades, pode concluir-se que na generalidade das situações observadas as confrarias souberam construir uma imagem institucional/identitária mais eficazmente estruturada. Nas universidades ocidentais, a excelência organizacional e imagética dos actos solenes assinala-se em algumas universidades britânicas (colocaria em 1.º lugar Oxford) e na Universidade de Coimbra.
Embora esticamente agradável e dotado de capacidade de animação urbana, o cortejo de Jena espelha sobretudo desorganização. Não estamos obviamente em Coimbra, mas se aplicado o cerimonial conimbricense, em primeiro lugar desfilaria Jena, e após esta os representantes das universidades convidadas por ordem de data de fundação, dispondo-se as mais recentes na vanguarda e as mais antigas na rectaguarda.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial