sábado, 6 de fevereiro de 2010


Sé de Lisboa, 1907: saída da procissão do Corpo de Deus. A charanga de São Jorge faz um toque solene. Foto de Bonoliel, publicada na "Ilustração Portuguesa" de Junho de 1907. Mantendo a libré agaloada a ouro e a colarinho de canudos, a indumentária chegou a fim com diversas perdas.
A cobertura de cabeça inicial seria uma mitra, mas o chapéu adoptado desde a segunda metade do século XIX era o bicórnio napoleónico de feltro. Os calções e meias altas em tecido branco foram substituídos pelas calças compridas brancas.
Aqui fica o exemplo de como se vestia a Charamela da Universidade de Coimbra antes de o século XIX lhe ter aportado a casaca de abas de grilo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial