terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Vida em Heidelberga


Discreto retorno do património talar: honoris causa do Prof. Geoffrey Boulton, ladeado pelo Rektor Bernhard Eitel e pelo Decano Heinz Scholer, 2008.
Ao contrário das confrarias gastronómicas e vinícolas, as universidades revelam alguma timidez e hesitação na afirmação pública do seu património. Quando o fazem, nos casos em que o abolicionismo foi levado ao extremo, a falta de consistência é bem patente. Noutras situações, a opção kitsch parece ser francamente discutível, impondo eventos mais ou menos colados à cerimónia cinematográfica de entrega dos óscares e indumentárias de corte e tecido que lembram as licras carnavalescas dos fatos à batman e à spiderman que se podem adquirir nas lojas do pronto-a-vestir.
Aqui não é propriamente o caso, mas lá que há um longo trabalho de casa a fazer, lá isso há!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial