quarta-feira, 28 de julho de 2010


Edifício da FL/UL
Alto relevo em pedra com figuração das musas greco-romanas das artes e letras, Clio, Erato e Calíope. No período de criação das universidades, as musas foram amplamente tratadas pelos canteiros que trabalharam nas catedrais e pelos iluminadores de códices. Porém, as abordagens realizadas no âmbito das disciplinas do Trivium e do Quadrivium não respeitavam os cânones clássicos nem sequer os atributos das musas. Novas figurações emergem para a música, astronomia, aritmética, gramática, retórica e dialética. Na transição para o Renascimento, em Itália, as alegorias medievais dos saberes são apropriadas pelo comércio das cartas de jogar. Um dos mais notáveis é o chamado Tarot de Mantegna. Na lição da FL/UL, os escultores regressam aos atributos romanos.
A FL/UL conserva um acervo artístico bastante significativo, que evoca o Curso Superior de Letras (estátua de vulto de D. Pedro V), viaja pelos arcanos clássicos e aflora trechos bíblicos, a gesta de Prometeu, a Divina Comédia, Hamlet, D. Quixote ou os Maias de Eça.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial