segunda-feira, 6 de setembro de 2010


Estojo lacado chinês, constituído por maleta e porta-chapéu, próprio para guarda e transporte das antigas insígnias de imperadores e altos dignitários da corte.
Chega a impressionar a extraordinária semelhança com os dois estojos de folha usados pelos doutores da Universidade de Coimbra para guardar e transportar as insígnias doutorais. Fortuita coincidência, ou testemunho confirmativo de um passado marcado pela troca de culturas?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial