sábado, 6 de novembro de 2010


Bioco das mulheres mouras do antigo Reino de Granada
Facilmente se constata que o bioco é uma saia de ombros, amplamente pregueada na costura de um cós que se deitava pela cabeça, servindo de manto/capa. Este tipo de peça, em lã de tear doméstico, nas mais variadas cores, foi usada um pouco por todo o Portugal continental e insular. Até aos anos da Segunda Guerra Mundial ainda se podiam avistar e fotografar exemplares na orla marítima, a exemplo da Póvoa de Varzim. A minha avó paterna, nascida em 1907, por 1980 ainda recordava a confecção caseira e uso das saias de ombros em contextos de trabalho (abrigar da chuva e do frio, predominando as baetas castanhas e cinzentas), viagem (ir à cabeça do concelho tratar de burocracias, predominando as baetas vermelhas ou azuis) e luto pesado (em lã preta).
Gravura do século XVI, acervo da Fundación Diaz

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial