domingo, 1 de maio de 2011



Laçarote de tuno académico

A moda do laçarote de seda na cor institucional de uma universidade, faculdade, instituto ou liceu configura, em certa medida, a retoma do costume nobiliárquico do porte de laços, fitas e bandas que os nobres e militares usavam nas cerimónias de corte desde o século XVII. Bandas, faixas, rosetas e topes de seda foram consagradas como símbolos republicanos pela Revolução Francesa, ainda hoje estando em uso por presidentes de república, presidentes de municípios e representantes locais de governos centrais em Itália, França e países da América Latina.

Paralelamente à tradição nobiliárquica e republicana, a Igreja Católica também tinha consagrado o porte de laçarotes de seda com pontas bordadas e franjadas nas cerimónias de primeira comunhão e de comunhão solene. Noutro registo, e valendo como insígnias, podemos citar a Semente e a Nabiça, pequenos laçarotes de algodão na cor do respectivo curso que os alunos da Universidade do Porto usam desde os anos da Primeira Guerra Mundial.

No que respeita à Península Ibérica, o laçarote de seda terá começado a ser usado pelos membros da tuna da Universidad de Valencia, instituição onde está garantidamente documentado desde o ano de 1878. A moda do laçarote tuno rapidamente alastrou às formações estudantinas e tunantes da Peninínsula Ibérica. Na década de 1880 foi adoptada em Coimbra pelas estudantinas espontâneas que antecederam a TAUC. Diversas fotografias da Estudantina/TAUC documentam o porte do laçarote, havendo notícia de um exemplar meio desfeito no acervo desta vetusta agremiação. Na década de 1890 assistiu-se em Portugal a um fenómeno impressionante de formação de tunas nos liceus distritais e nos institutos politécnicos de Lisboa e do Porto. Coube aos órgãos de direcção destas tunas a democratização do porte do laçarote de ombros, que no caso dos liceus era em seda verde esmeralda. Tenho ideia de ter visto uma actuação da Tuna do Liceu de Évora num espectáculo realizado em Coimbra no final da década de 1980 tendo os membros daquela formação comparecido em palco com laçarotes verdes.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial