domingo, 16 de outubro de 2011

Bedel da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, postal ilustrado circulado em 1903.
Ostenta maça com fuste, charola maneirista e corrente conforme tradição ibérica do século XVI. Veste indumentária de grande gala ou de oficial maior, com capa e volta, calções, sapatos de fivela, colete e fraque. O fraque é um aportamento do século XIX. O mantéu é bandeado, forrado de cetim preto e generosamente guarnecido de cabeção. Vísíveis os punhos de renda da camisa, mas omisso o obrigatório bacalhau. À cinta, o indispensável punhal. Cobertura de cabeça caída em desuso desde o período aureo das cabeleiras. Não era este o traje tradicional de grande gala dos bedeis conimbricenses, invenção novecentista ao arrepio do regimento que preceitua expressamente loba talar.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial