quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Largo da Feira dos Estudantes, edifício da escola primária e antigo colégio dos Lóios onde funcionavam o governo civil, a junta distrital, o administrador do concelho, a esquadra da polícia de segurança pública e o posto dos correios. Por perto algumas tascas como a do Manuel do Buraco e a fonte de abastecimento que não evitava as idas de bilha e cântaro ao Mondego.
Fonte: O Occidente  n.º 281, de 11.10.1886

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial