sábado, 11 de fevereiro de 2012

Charameleiros ou tubicines: a charamela em andamento na cabeça do préstito de abertura solene das aulas, pátio das escolas gerais, Univ. de Coimbra, Novembro de 1987. Interpretação do Canticorum Iubilo, em simultâneo com o tanger festivo do sino grande que para o efeito se fazia dobrar por dois "cabreiros" agarrados às cordas (o sino é tão pesado que só após 3 ou 4 puxões da corda é que ganha balanço e começa a virar). Os charameleiros costumavam levar uns maços com minipartituras com as peças do reportório, que fixavam com uma mola na parte superior do instrumento.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial