sexta-feira, 23 de março de 2012

Hábito talar de pastor francês: retrato de George Messervy (1832-1917) com toga talar preta de dois corpos, barrete, plastron branco e epitógio. A toga dos pastores franceses era de corte praticamente idêntico à veste dos pastores de Genebra, comportando sotaina, cinto, garnacha com mangões de canhão de cetim e bandas verticais (sem cabeção). A de Genebra rematava as bocas de mangas em saco, tradição que se manteve nas togas norteamericanas do professorado e dos juizes. O plastron ou bacalhau é em tecido branco, remontando ao século XVII. No ombro esquerdo avista-se um comprido epitógio, insígnia usada pelos pastores graduados em teologia protestante. O barrete apresenta morfologia semelhante à do barrete dos advogados franceses. O conjunto sugere profundas semelhanças com as vestes profissionais dos professores e magistrados franceses.
Fonte: http://sitepasteurs.free.fr/portraits/

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial