quarta-feira, 4 de abril de 2012

Uma boa fotografia da toga professoral e barrete adoptados pela Univ. de Szeged. O modelo corresponde no essencial ao que outrora se designava na Igreja Católica por hábito doméstico ou hábito de trabalho. Alguma parentela parece detectar-se com abafos invernais urbanos dos séculos XIX e XX, caso da gabardina civil e do famoso casacão eclesiástico romano conhecido por greca e viatório (branco para pontífices, preto integral e preto avivado para as dignidades, vermelho com orlas de pelaria na Polónia).
Fonte: retrato do Prof. Szakma, 2006, http://www.staff.com.u-szeged.hu/~geszonyi/

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial