quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Distintivos criados/inventados em 1925 pela casa comercial parisiense Mourgeon para uso nas gorras dos estudantes universitários. Medalha metálica circular, sem listel, com fundo na cor da especialidade científica. Ao centro, com figuração minimalista, os elementos constituintes.

Medalha/crachá vermelho com cranio: Medicina. Em Portugal e Espanha a cor desta especialidade é o amarelo. Nas universidades dos USA e de outros países está erradamente divulgado o caduceu de Mercúrio, erro que confunde os atributos de Economia/Gestão/Comércio com os de Medicina (o bastão de Esculápio).
Medalha/crachá verde com palmeira e serpente: Farmácia. Figuração semelhante foi seguida nas universidades do Porto e de Coimbra. No caso de Coimbra, a palmeira não é elemento constitutivo (embora se use), mas sim a taça de Hygieia. A palmeira é distintivo dos estabelecimentos farmacêuticos, donde foi desinformadamente apropriado, mas não das faculdades de farmácia. Em Espanha e Portugal a cor desta especialidade é o roxo forte/púrpura.
Medalha vermelha com balança e espada: Direito. Figuração correta, comum a Portugal e a outros países.
Medalha/crachá róseo com córnua e bola (??): Ciências Naturais, sendo mais comum a grinalda de louros e carvalhos.


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial