quinta-feira, 1 de novembro de 2012

A "doctora de Alcalà" (1785)

Retrato de D. María Isidra Quintana de Guzmán y de la Cedra (1767-1803), que em 1785 dfendeu provas doutorais em Filosofia e Letras na Universidad de Alcalà de Henares (atual Complutense). Neste retrato enverga sobre a indumentária civil o capelo doutoral, que segundo a tradição ibérica é de dupla murça com capuz, em azul escuro. Sobre a mesa avista-se o barrete doutoral, facetado, em preto, com uma borlinha de florão. Esta imagem parece confirmar que a cor de Artes Liberais/Filosofia era próxima do azul escuro em todas as universidades ibéricas (incluindo as da América Latina), tendo passado para azul claro após as reformas do governo central de Madrid publicadas em 1850. Não deixa de ser curiosa esta diferença entre Portugal e Espanha. Em Portugal, as humanidades oriundas das Artes Liberais são simbolizadas pelo azul escuro, enquanto que em Espanha prevalece o azul claro. Em Portugal, as ciências naturais e matemáticas, que se autonomizaram das Artes Liberais, adotam o azul claro, correspondendo em Espanha esta cor ao azul escuro.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial