domingo, 25 de agosto de 2013

A peça de indumentária que veio substituir a sotanella a partir da década de 1660: a sobrecasaca inspirada na túnica persa, também referida como véstia, com carcela dianteira e mangões de canhão. Com capa e tricórnio de feltro, passaria a ser usada por eclesiásticos e académicos. A variante anglo-saxónica comporta uma sotanella interna. Em Roma era usada com vivos nas bainhas e botões. O uso desta veste está assinalada no Portugal do século XVIII entre franjas de estudantes do Real Colégio dos Nobres (Lisboa), Colégio de São Paulo da Companhia de Jesus (Braga) e Universidade de Coimbra.
Exemplar pertencente ao imperador Pedro II, da Rússia, confecionado na primeira metade do século XVIII (ca. 1715-1730). Acervo dos Museus do Kremlin.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial