sábado, 17 de novembro de 2012

Abade francês, retrato a óleo, de autor anónimo, século XVIII, Musée de Rennes
Veste sotaina de tipo francês, sendo esta em tecido preto integral, justinha ao corpo e braços, alargando o saio da cintura para os pés. O colarinho é ornado com um discreto cabeção semicircular (ornato que precede e anuncia a romeira eclesiástica do século XIX?), acolchoado e pespontado. Em vez de volta branca, usa-se o plastron do século XVII, com duas línguas pretas avivadas a branco (em Portugal era conhecido por bacalhau). A manga é estreita e afunilada, rematando com canhão. A carcela é comum à da sotaina romana, rasgada na frente entre a base do colarinho e a bainha inferior, apertando com casas e botõezinhos planos. A parte posterior é invisível, admitindo-se feitio igual ao da sotaina romana, com três machos. Outra diferença está no modo de usar o cinto de pano ou faixa, cujas pontas são unidas com laçarote e lançadas para trás.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial