sábado, 13 de novembro de 2010


Crónica de imprensa sobre quadros do filme Capas Negras realizado em 1947 por Armando de Miranda, vendo-se nas fotografias os protagonistas Alberto Ribeiro e Amália Rodrigues.
Apesar do sucesso grangeado pelo filme em Portugal e no estrangeiro, a Academia de Coimbra recebeu a película de forma muito reactiva, não se identificando com a forma como era tratada e apresentada a cultura estudantil. Alimentada por motivos corporativos e bairristas, a atitude desconfiada e hostil da Academia de Coimbra representa a primeira grande distanciação da juventude universitária em relação ao paradigma cultural produzido pelo Estado Novo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial