quinta-feira, 3 de maio de 2012

Foliões na recolha do gado

Foliões assistem a recolha do gado confiado pelo imperador aos criadores, seguindo-se o enfeite e o transporte para o açougue. A folia canta à porta da casa de cada um dos criadores e o alferes dá o estandarte a beijar (recorde-se que a iconografia brasileira também confirma este costume).
Sete Cidades, Ilha de S. Miguel, 2011. As carnes eram usadas na distribuição de pensões (esmolas) e na confecção do bodo. Os bois do Divino Espiríto Santo eram bentos e intocáveis, correndo lendas de alguns que sobreviveram a fogos vulcânicos.
Folia composta por tocadores, cantores e alferes da bandeira.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial