domingo, 16 de dezembro de 2012

Retrato do Dr. Bráulio Lauro Pereira da Silva Caldas (Caldas de Vizela, 1861; idem, 1905), poeta, jornalista, professor liceal, advogado e entusiasta da causa republicana que se formou em Direito e Teologia na Universidade de Coimbra em 1889. Foi da geração de dois importantes serenateiros académicos que cantavam e tocavam guitarra, Manuel dos Santos Melo da Cruz e Jaime de Abreu. Não está provado que fosse cantor, mas fez versos que ficaram famosos como a silva de cantigas «Murmura rio murmura», que Reynaldo Varella integrou no Fado das Três Horas (1887). Foi também o autor da copla «Foge Lua envergonhada» erradamente atribuída ao estudante Augusto Hilário.
Na imagem, Bráulio veste a toga de modelo tradicionalizado entre os advogados estabelecidos entre Douro e Minho, sem carcela dianteira, ornada e fechada com três jogos de rosetas e alamares de seda. Fonte: publicado com a autorização de Júlio César Ferreira, Nomes prá História, edição de 22.10.2006, http://romana1.blogspot.pt/2006_10_22_archive.html

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial