sábado, 16 de fevereiro de 2013

Sessão solene de encerramento do ano académico na Escola de Guerra, Lisboa, com a presença do PR e do ministério (1916)

Sessão de encerramento do ano escolar na Escola de Guerra
Nas instituições académicas, parlamentares, judiciárias, e outras, era de tradição abrir e encerrar-se os trabalhos anuais com cerimónias públicas. No começo do ano declaravam-se solenemente abertos os trabalhos perante várias autoridades que serviam de testemunhas no ato. Podia haver cortejo, missa, juramentos, discursos, música. No final do ano, havia também lugar a um novo momento de reunião com presença de autoridades, declarando-se solenemente encerrados os trabalhos. Algumas instituições juntavam na mesma cerimónia os discursos, as visitas guiadas, um sarau cultural e a entrega de diplomas. Noutras, a sessão de encerramento corria em dia distinto do dia da formatura (colação dos graus). Na atualidade, em Portugal, caíram em desuso as cerimónias de encerramento do ano parlamentar e académico. Nos tribunais superiores de apelação realiza-se no final do ano uma sessão em sala e um almoço-convívio.

Programa:
-recepção e cumprimentos ao PR, 1.º Ministro, ministros e autoridades;
-constituição da mesa de honra (presidindo o PR Bernardino Machado);
-discursos oficiais (Director da Escola, PR);
-distribuição de prémios;
-juramento de fidelidade;
-cumprimentos de despedida aos altos dignitários.
Fonte: Ilustração Portuguesa n.º 547, de 14.08.1916

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial