sábado, 6 de setembro de 2014

Como se pormenorizou, uma variante das figurações sacras do Ecce Homo é o busto-relicário. Mais fácil de transportar, podia ser apropriada por manifestações de culto público nos templos, integrada em oratórios de habitações particulares ou embarcações ou transportadas por viajantes em caixas portáteis. A base servia de guarda-relíquias, observáveis através de um pequeno vidro colocado na parte da frente.
Esta modalidade de arte sacra foi produzida em diversos países da Europa católica desde a primeira metade do século XVI. Algumas terão sido lançadas ao mar nos anos de afirmação da reforma e dos conflitos de negação da autoridade romana. Daí as sucessivas notícias relatadas por devotos açorianos e brasileiros sobre achamentos de imagens sacras à beira mar, fechadas em caixões/arcas, que ao serem encontradas manifestavam sinais quanto ao local de construção dos espaços devocionais.
Esta imagem-relicário, existente na Capilla Real de Granada, Espanha, é atribuída ao imaginário Bernardo de Mora (1614-1684). Exibe uma dramaticidade contida e uma anatomia influenciada pelo modus faciendi renascentista, sem sinais óbvios de poder temporal.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial