terça-feira, 15 de novembro de 2011

Santo António Maria Claret com batina, balandrau avivado, cruz peitoral e canoa. A canoa era um chapeirão de feltro preto (ou na cor da dignidade) que no caso vertente leva orla em torno da aba e cordão de borlas. A canoa teve enorme voga entre os eclesiásticos seculares e regulares em Itália e muito particularmente nos territórios luso-espanhóis europeus e americanos. Uma alternativa à canoa era o tricórnio de feltro (não confundir com o barrete quadrangular ornado de cristas e pompom). Sensivelmente a partir da década de 1960 começou a entrar em moda na cidade do Roma um novo tipo de chapéu veio suplantar todos os outros (a meu ver bem menos interessante esteticamente), o saturno ou capelo romano.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial